Pink Floyd Dream

Cada experiência com Pink Floyd é uma viagem diferente, mesmo que seja sempre com as mesmas músicas. Cada banda que interpreta esses trabalhos trás consigo personalidade e paixão únicas, aliadas a muito talento e conhecimento musical, pois definitivamente não se trata de algo que qualquer um consiga tocar, dada a complexidade e qualidade.

Entre as diversas bandas que atualmente dividem o cenário progressivo em São Paulo e até mesmo em outros estados, o Pink Floyd Dream chama a atenção e se torna realmente peculiar. Longe de desmerecer excelentes trabalhos que tenho visto, como o Echoes, Ummagumma e Atom, também ótimos destaques no que se propõe, o Dream faz um trabalho excepcional.

Alexandre Chamy (voz e guitarra), Victor Melo (guitarra), Cassiano Music Man(bateria), Renato Moog (teclados), Marcos Meneghel (voz e baixo) e as belíssimas cantoras Regina Magliore, Lilian Ximenes e Carina Assencio formam a combinação perfeita que nos traz as canções do Pink Floyd de forma renovada e cheias de emoção, fazendo jus ao nome da banda.

E sonho é exatamente o que define as recentes apresentações que eles têm feito. Aproveitando se do esquema do antigo cinema mudo, onde as trilhas sonoras eram feitas ao vivo, em sincronia com a exibição de um filme, o Pink Floyd Dream exibe o filme The Wall legendado em português e interpreta cada canção em perfeita sincronia, criando uma experiência incrivelmente imersiva.

A música do The Wall ganha força e vida na fantástica performance e todos somos levados a reviver de forma impressionante e inesquecível toda a carga emocional e crítica da obra imortal de Alan Parker. Difícil destacar onde tudo se torna melhor ou pior, pois somos levados a sentir emoções que até mesmo havíamos nos esquecido durante todo o filme, dado o alto nível de interpretação da banda. Os músicos se destacam por seu compromisso, talento e carisma, reproduzindo nota a nota a obra original e ainda colocando sua personalidade fantástica em cada segundo da sincronia perfeita com as imagens.

Destaque para o belo e emocional trabalho da dupla de guitarristas, que se combinam com maestria. Algo que por vezes nos leva a comparar com mestres lendários, como a dupla do Genesis em seus anos dourados, Steve Hackett e Mike Rutherford, entre outros. Também o essencial trabalho do nosso mago dos teclados, sendo parte vital de todo o espetáculo, o baixo marcante e as vozes sensacionais junto ao excepcional trabalho de bateria, em conjunto com as três princesas, sempre nos momentos certos e bem sincronizadas, torna o espetáculo algo muito além das expectativas, destacando se positivamente em relação a outras bandas.

Viajamos e nos emocionamos até o final do filme e ainda fomos agraciados com um belo presente, uma adorável e delicada surpresa que encheu a todos de emoção e contemplação. As princesas, maravilhosas cantoras, se uniram para levar nossos corações mais uma vez ao mundo dos sonhos. Interpretaram The Great Gig in the Sky, invocando uma das partes mais belas do Dark Side of the Moon, mostrando ao público ainda mais suas vozes encantadoras, cada uma cantando uma parte, como as cantoras do Pink Floyd faziam na turnê do Division Bell, em 1994.

Fecharam a noite com chave de ouro e foram todos aplaudidos de pé. Nos sentimos agraciados por poder contemplar tão delicado momento com beldades de talento e sensibilidade tão especiais. São como sereias, simplesmente cheias de encanto, definitivamente uma parte essencial do sonho… Nunca vi uma banda ser tão adequada ao nome.

Saímos da sala maravilhados e satisfeitos e fomos recebidos pelos músicos lá fora com toda a simpatia e atenção. Não houve economia em sorrisos, abraços e boas conversas.

Tenho certeza que cada pessoa que ali estava saiu de lá com recordações eternas e ansiedades imensas para ver novamente aquele show espetacular, pois com o Pink Floyd Dream, o sonho jamais acaba…

 

pinkfloyddream

2 comentários em “Pink Floyd Dream

Adicione o seu

  1. Muito bom Marcos … seu texto consegue retratar o ambiente e o clima envolvido antes mesmo de ver as fotos …. só o envolvimento verdadeiro e a real identificação com a arte descrita torna isso possível
    Parabéns e obrigado por nos dar fotos em palavras não em pixels

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: