Sarau Afonsoom – Encerramento 2018

Em dezembro último tive o grande prazer de conhecer o Estúdio Afonsoom, localizado na Zona Sul de São Paulo, no bairro da Cidade Dutra. Ocorreu no dia 16, um domingo ensolarado, a partir das 15 horas, o “Sarau Comemorativo de encerramento das atividades de 2018”, onde os professores, alunos e ex alunos da “Academia de Música Paulo Castro” se reuniram junto ao Afonsoom Júnior, dono do lugar que nos recebeu de braços e coração aberto.

As bandas, junto á atração principal do evento, o British Thunder Iron Maiden Tribute, fizeram a alegria de quem pôde comparecer. The Nameless Band, Jamal and the Indians, Eclair e o Quem Kiss (Kiss tribute), além de várias canjas independentes com o Paulo Castro e alguns músicos mais iniciantes, trouxeram ao público o melhor de si, em mais de quatro horas de som, desfilando covers de clássicos do Rock numa vibe totalmente positiva e energética.

O professor Paulo Castro, além de participar de alguns deles, reuniu se com alguns alunos, (inclusive este que vos fala, que pela primeira vez tocou baixo com uma banda), invocando clássicos do Rock e Metal.

Com entrada gratuita, o estúdio recebeu um público simpático, ávido pelo Rock’n’Roll que lotou cada espaço com muita energia e vibração. E durante as horas que se seguiram, as bandas fizeram sua parte com muita dedicação, talento e amor ao Rock, cada uma em seu momento e seu aprendizado, procurando nos trazer não menos que o melhor. O domingo foi cheio de medalhões com ares de garagem dos anos noventa e oitenta, cheio de qualidade e estilo.

DSC_0012.JPG

Após uma introdução instrumental, onde eu no baixo, Paulo Castro na guitarra e Cesar Cestari na bateria executamos alguma coisa de AC/DC, Black Sabbath e Kiss, tomou de assalto o palco a The Nameless Band, formada por Lucas Betzios (guitarra), Matheus Ligiere (baixo), Gustavo Mogoliano ( guitarra e vocal) e Paulo Castro (bateria), que nos trouxe covers de Kiss, Bom Jovi, entre outras bandas consagradas, destacando se com heroísmo e coragem, mostrando que estão no caminho certo.

Jamal and The Indians, a próxima da fila, formada por Gabriel Rodrigues (baixo), Matheus Ligiere (guitarra), Jamal (guitarra), Gustavo Mogoliano (vocal) e Paulo Castro (bateria), fez um set bem elaborado e elétrico, com destaque para a versão quase Punk de Rip it Out do Ace Frehley.

01

Além de todas suas participações, Paulo Castro, juntamente com Cesar Cestari e Cesar Reinaldo, ambos músicos experientes e alunos antigos, nos brindou com um pouco de Deep Purple entre uma banda e outra, valorizando ainda mais um evento que só tinha a ganhar, como de fato foi.

Quando chegou a  vez do veterano Eclair, formado por Matheus Oliveira (vocal), César Reinaldo (guitarra), Gustavo Klein (guitarra), Diego Cupertino (baixo) e Humberto Baraúna (bateria), o Metal ganhou forma e corpo com volume máximo. Uma banda de grande estilo, presença e personalidade, principalmente do energético vocalista, um cara que empolgou a galera, com muita personalidade e força. Um set histórico com clássicos de Judas Priest, Ozzy Osbourne, Quiet Riot, entre outras pérolas amadas pelo povo. Tudo executado com máxima categoria e energia, uma banda que se coloca muito bem, ganhando muita atenção do público que a essa hora já se encontrava bem maior.

02

03.jpg

E quando o Quem Kiss deu o ar de sua graça, muito bem posicionado e organizado, formado por Paulo Castro (guitarra), Ricardo Pérez (vocal), César Reinaldo (guitarra), Lucas Betzios (baixo) e Dill Ferrari (bateria), as pessoas mesmo um pouco surdas pela altura do som do Eclair, aplaudiram e curtiram muito, pois o que se seguiu foi algo ainda mais empolgante. Donos de uma seleção feita para fãs do Kiss, os caras nos trouxeram canções pertencentes aos anos de ouro da banda original, como Detroit Rock City, Love Gun, Tonight You Belong to Me, Shock Me, King of Hearts, entre outras que apaixonaram a todos. Um som bem feito e planejado para agradar, principalmente os músicos, pois era evidente a paixão com que executaram o que foi um dos melhores momentos do evento.

05.jpg

E então, já a noite, veio a atração principal, o British Thunder, formado por Paulo Castro (baixo), Amanda Basso (vocal), César Reinaldo (guitarra), Cesar Cestari (guitarra) e Humberto Baraúna (bateria). Foi um momento que fez do evento uma grande festa oitentista. A banda nos trouxe as pérolas de um passado que agrada a todos de todas as gerações. Algumas foram inclusive escolhidas pelos fãs numa enquete feita na página da banda.

Ao Roadrock e, consequentemente a mim, foi oferecida a clássica Rime of the Ancient Mariner, momento emocionante, muito bem vindo que mereceu a atenção de todos ainda mais. Confesso que fiquei emocionado e muito grato pela oferenda. A vocalista e jornalista Amanda Basso ainda fez questão de recomendar o meu trabalho para todos os presentes o que me deixou ainda mais grato.

DSC_0099.JPG

De Run to the Hills a Phantom of the Opera o British Thunder envolveu todo mundo numa grande comemoração musical colocando inclusive as pessoas para cantar junto, como em Wasted Years. Até o Eddie apareceu, desfilando energia e bom humor, afinal não existe um show do Iron Maiden sem essa figura.

O evento acabou em clima de festa, com chave de ouro e sucesso absoluto. Difícil descrever aqui a alegria e contentamento que tive em participar com tanta gente legal, dentro e fora do palco, num ambiente sensacional, onde a simpatia e amor ao Rock encontraram sua morada.

DSC_0106.JPG

Agradeço ao meu querido amigo e professor Paulo Castro e a sua adorável esposa Amanda Basso, sempre ajudando e incentivando o meu trabalho desde o início e me coloco sempre disposto a estar presente nos eventos da Academia. Também agradeço ao Afonsoom pelo acolhimento sincero e atenção em organizar uma coisa tão legal.

Eu preparei um resuminho do que foi esse dia no link abaixo, em nosso canal. Dê uma conferida:

https://www.youtube.com/watch?v=zEWVCw3XLjA&t=324s

E não deixe de conferir a página do estúdio:

https://www.afonsoomestudio.com.br/

E da banda British Thunder:

https://www.facebook.com/BritishThunder/

Marcos Falcão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s